5 maneiras pelas quais sua hospedagem afeta o SEO que você não conhecia

O seu host afeta as classificações de SEO? A resposta direta é sim. A verdade é que seu provedor de hospedagem pode criar ou interromper a classificação de seu mecanismo de pesquisa. 

Sabemos que palavras-chave, backlinks e otimização de conteúdo são essenciais para qualquer boa estratégia de SEO. Mas se você estiver se concentrando nesses métodos sem obter resultados positivos, é hora de analisar a sua escolha de host.

A questão é: como você sabe se sua hospedagem é boa para SEO?  


O Web Hosting afeta o SEO? 5 fatores a considerar


1. Tempo de atividade e tempo de inatividade

Os mecanismos de busca, como o Google, têm como objetivo dar aos usuários o que eles querem. 

Se o seu site estiver sempre inativo, os mecanismos de pesquisa o sinalizam como não confiáveis. E você pode apostar que sites não confiáveis ​​não são exibidos nos SERPs. 

Como os usuários acham difícil acessar seu site, suas taxas de rejeição também aumentam. Isso afeta a autoridade do site e gera uma má reputação entre os mecanismos de pesquisa. 

É por isso que o tempo de atividade é um fator crucial na escolha de um host. Garanta um tempo de atividade de 99 a 100% para manter o site sempre funcionando. Qualquer coisa menor do que isso diminui sua receita potencial. 


2. Velocidade de carregamento da página

Ninguém tem paciência para um site de carregamento lento, até o Google. Se o seu site demorar mais de 3 segundos para carregar, as pessoas não hesitarão em procurar outra opção.

Uma hospedagem confiável diminui o tempo de carregamento do seu site. Mas se você perceber que seu site ainda está lento, você poderá observar um lapso do seu lado. 

Além de verificar seu host, existem diferentes maneiras de melhorar a velocidade de carregamento da página do seu site, incluindo:

  • Otimizando seu site através do cache;
  • Compactando seus arquivos e imagens;
  • Minimizando o conteúdo dinâmico.

Você pode medir o tempo de carregamento da página usando ferramentas como o Google Page Speed ​​Tool, Pingdom e GT Metrix


3. Tipo de hospedagem

Hospedagem compartilhada é uma maneira rápida de colocar seu site em prática. Mas há situações em que a hospedagem compartilhada não é ideal para SEO. O topo dessa lista é spam

Planos de hospedagem compartilhada são mais baratos. Isso os torna a melhor escolha dos spammers, colocando você em risco de ser sinalizado como spam também.

Além da desvantagem do SEO, a hospedagem compartilhada às vezes é um risco à segurança. Quando os hackers acessam um único site, o restante dos sites no servidor compartilhado também fica vulnerável. 

Evite isso obtendo um endereço IP dedicado . Um IP dedicado é um endereço de Internet exclusivo para sua conta de hospedagem. Isso fornece segurança adicional ao seu site. Também permite aumentar a velocidade do site quando o tráfego aumenta. 

Obviamente, a outra opção é considerar a atualização do seu plano de hospedagem. Dois tipos de hospedagem confiáveis ​​a considerar são o VPS e o servidor dedicado. 

  • VPS – Um servidor virtual privado é uma maneira econômica de gerenciar seu próprio servidor privado. Isso fornece mais flexibilidade e escalabilidade em comparação com hospedagem compartilhada;
  • Servidor Dedicado – Uma hospedagem dedicada oferece um servidor host totalmente dedicado. Isso significa que você não está compartilhando com ninguém e desfruta de 100% de seus recursos.

Se você estiver gerenciando um site de alto tráfego, considere a hospedagem gerenciada. Aqui está uma visão geral dos serviços que considero confiáveis. Ter profissionais cuidando da sua hospedagem tirará o fardo do seu prato. Você tem a chance de se concentrar mais em melhorar seu SEO e qualidade de serviço.

 

 

 

4. Localização do servidor

Se o seu site tiver um público-alvo local, obtenha um host local. Por quê? Os mecanismos de pesquisa avaliam a localização do seu servidor de hospedagem. Quanto mais próximo o servidor estiver do seu público, maior a probabilidade de você obter os SERPs.

Isso ocorre porque todo site tem um endereço IP designado vinculado à sua localização geográfica. Se você possui um host local, é mais fácil segmentar um público local e classificar em pesquisas locais. 

No final, você está recebendo tráfego relevante do site. Além da vantagem de SEO, o local do servidor também contribui para o tempo de carregamento da página. 

Quanto mais próximo o usuário estiver, mais rápido ele poderá buscar dados em comparação com um site com um local distante do servidor. 


5. Site seguro

Os melhores hackers podem facilmente penetrar no seu site sem o seu conhecimento. Eles podem adicionar links maliciosos ou irrelevantes ao seu back-end. A próxima coisa que você sabe é que o Google penaliza seu site e coloca você em um histórico ruim. 

Evite isso escolhendo um host que oferece recursos de segurança na Web contra malware, spam, ataques DDoS e outras ameaças cibernéticas. Além disso, certifique-se de obter um certificado SSL (HTTPS) para proteger seu site. 

Além de criptografar seu site, um SSL oferece uma melhor classificação no Google. Isso aumenta a confiança da sua marca, pois as pessoas desejam fazer transações com um site seguro. 


Como transferir sua hospedagem sem afetar o SEO 

Você se esforçou bastante em seu SEO, mas sua hospedagem na web simplesmente não consegue acompanhar. 

A melhor solução é ir direto para os hosts da Web de troca de fontes. Não se preocupe. Existem várias maneiras que você pode fazer para impedir que seus esforços de SEO sejam prejudicados. 

Ao alternar hosts da web, você deseja garantir uma transição uniforme sem afetar a experiência do usuário.  

Além disso, você deseja que os mecanismos de pesquisa reconheçam a opção. Isso significa que suas novas páginas devem ter a mesma classificação que as de sua hospedagem anterior.  

Siga estas etapas simples para uma transferência de hospedagem tranquila:

  1. Mova o conteúdo de um diretório ou subdomínio primeiro para testar o processo de transição. Em seguida, redirecione as páginas para o novo site por meio de um redirecionamento 301. Isso informa ao Google que seu site é transferido permanentemente;
  2. Verifique se as páginas redirecionadas estão aparecendo nos SERPs. Em seguida, comece a mover o restante do site. 

Em alguns casos, convém renomear ou redesenhar seu site. Então você transfere seu site para um novo domínio. Torne a transição suave através das seguintes etapas: 

  1. Mova o site primeiro antes de redesenhá-lo;
  2. Verifique todos os links internos e externos no seu site. Verifique se os links internos apontam para o novo domínio. Você também pode usar um verificador de links para garantir que seu site não tenha links quebrados, o que é ruim para o SEO;
  3. Mantenha seu domínio antigo por pelo menos 180 dias. Portanto, caso encontre brechas na transição, você poderá corrigi-lo rapidamente. 


Conclusão 

Se você esgotou todos os esforços de SEO sem sucesso, é hora de reconsiderar se você escolheu a hospedagem certa. A boa notícia é que não é tarde demais para encontrar uma melhor que se adapte melhor ao seu negócio.

Sobre o autor | Website

Junte-se a 13.756 pessoas que decidiram aprender tudo sobre Marketing de Afiliados.

100% livre de spam.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!