Usabilidade – 22 Técnicas para aumentar visitas no blog!

Usabilidade (Usability) é um termo usado para definir a facilidade com que as pessoas podem empregar uma ferramenta ou objeto a fim de realizar uma tarefa específica e importante.

A usabilidade pode também se referir aos métodos de mensuração e ao estudo dos princípios por trás da eficiência de um objeto. A usabilidade está relacionada aos estudos de Ergonomia e de Interação Humano-computador. (Wikipedia)

Você já teve alguma experiência frustrante como as experiências abaixo:

  • Você acessa uma página e ela tem fundo preto?
  • A página demora uma eternidade para abrir;
  • Existem botões na página mais você não sabe exatamente qual será o comportamento antes de clicar;
  • A página não tem informações para serem carregadas mais não é exibida uma mensagem do tipo: “O relatório não gerou dados”;
  • A cor de fundo e do texto são parecidas ou de difícil leitura;
  • O Texto é tão pequeno que você tem que forçar seus olhos para ler;
  • Você não consegue entrar em contato com o autor ou com a empresa;

 

usabilidade

 

Parece óbvio, mas infelizmente estes são problemas comuns que ainda são cometidos pela maioria dos sites e blogs. Com as técnicas deste artigo você não terá o que se preocupar.

Recomendo também a leitura de: 7 métodos incríveis para ganhar dinheiro com blogs. Comprovado!

Neste artigo, eu irei apresentar 22 técnicas imprescindíveis em qualquer site ou blog.

Estas 22 técnicas estão divididas em Grupos, para facilitar o entendimento e aplicação.

 

Neste artigo você encontrará:

  • O Conceito de Usabilidade;
  • Acessibilidade na Web;
  • Como melhorar a usabilidade de um site;
  • Técnicas para melhorar usabilidade web;

Conceito de Usabilidade

Antes mesmo de explorar a Usabilidade (usability) no artigo e as técnicas para espantar definitivamente tais problemas, permitam-me fazer uma breve definição para os leitores que por ventura ainda não estejam acostumados com a terminologia.

Usabilidade é um atributo de qualidade de produtos que permite aferir se uma interface com seu utilizador é de fácil utilização.

A Usabilidade como principal objetivo atingir o Ápice de qualidade nos princípios de Aprendizagem, Eficiência, Memorização, Robustez e Satisfação.

Terminologia bastante utilizada em projetos web e software, como blogs, sites e sistemas, a Usabilidade é algo que qualquer página que esteja na internet tem que ser capaz de oferecer em algo nível, se desejar obter resultados altamente satisfatórios.

A mais pura verdade é que ainda a minoria dos projetos tem uma preocupação em melhorar a Usabilidade dos mesmos, fazendo com que a experiência e satisfação de usuários e leitores se tornem muito melhor.

A Usabilidade é “filha” da Interação Humano-Computador (IHC) e “neta” da Engenharia de Software, carregando esse legado ao longo de sua evolução, podendo ser definida como o grau de facilidade com que o usuário consegue interagir com determinada interface. (Fonte: Tableless)

Partindo da IHC, a usabilidade aborda a forma como o usuário se comunica com a máquina e como a tecnologia responde à interação do usuário, considerando as seguintes habilidades, de acordo com a norma ISO 9241. (Fonte: Tableless)

 

Jakob Nielsen (1993)

Jakob Nielsen é um pesquisador experiente em questões de usabilidade.

Não é a toa ele é conhecido internacionalmente por seu envolvimento com questões associadas aos estudos de HCI e Ergonomia.

As definições de Jakob Nielsen quanto à interação entre utilizadores e sistemas tecnológicos de informação são muito utilizadas por outros pesquisadores e estudiosos da área.

Segundo Jakob Nielsen a “usabilidade é um atributo de qualidade que avalia quão fácil uma interface é de usar”, ou  “a medida de qualidade da experiência de um usuário ao interagir com um produto ou um sistema ” (software)

 

Existem técnicas avançadas quando tratamos de Usabilidade na Web e ao mesmo tempo extremamente simples de se aplicar.

Técnicas que você pode executar em suas páginas, fazendo com que a experiência de seus leitores subam assustadoramente. Essas técnicas serão dividias em:

1 – Desempenho / Tempo de Carregamento;
2 – Acessibilidade;
3 – Gestão do Conteúdo;
4 – Integração e Redes Sociais;
5 – Navegabilidade;

 

## Desempenho / Tempo de Carregamento

desempenho-usabilidade

 

Embora esse seja um tema que pode ser classificado por alguns autores dentro de Acessibilidade, a importância deste tema é tão grande quando falamos em Usabilidade que eu resolvi separar em um agrupamento a parte.

Para se ter uma ideia do impacto que um mau desempenho pode causar, vou listar alguns números de uma pesquisa realizada pela Micro Focus.

  • A cada 1 segundo de demora no carregamento de uma página, há uma redução de 11% no índice de page views (visualizações de página de usuários);
  • A cada 1 segundo de demora, há uma queda de 16% na satisfação dos clientes e usuários;
  • A cada 1 segundo de demora, há uma diminuição de 7% na taxa de conversão em vendas;
  • Os consumidores online esperam que as páginas carreguem em menos de 2 segundos;
  • Após 3 segundos de carregamento de uma página, 40% dos usuários abandonam o site;
  • Quando acessam de dispositivos móveis, 74% dos usuários abandonam após 5 segundos de carregamento;
  • Depois que os clientes deixam uma página, é muito difícil conquistá-los de volta. 88% dos clientes online estão menos abertos a retornarem a um site depois de uma experiência ruim;

Uma vez entendida a importância de um ótimo desempenho, vamos as técnicas:

 

# Técnica 1 – Tempo de resposta do servidor

Este é um fator crucial para que suas páginas tenham bom desempenho.

Existem servidores que demoram até 3 ou 4 segundos somente para responder a uma solicitação. Isso pode ser uma tragédia para seu negócio.

Se analisar 4 segundos a mais no carregamento de suas páginas com base na pesquisa acima, você já vai ter uma ideia do que estou dizendo.

Portanto, ter um servidor e hospedagem confiável e que permita eficiência em suas páginas é uma obrigação.

Você pode medir este tempo de resposta utilizando a ferramenta Google Page-Speed Insights.

É a ferramenta que irá utilizar para a maioria das técnicas que estão dentro do item desempenho.

Eu recomendo este serviço de hospedagem, na qual existe um plano de hospedagem no Brasil, que tem um tempo de resposta excelente.

 

# Técnica 2 – Compactação do conteúdo

Existe uma técnica muito importante e que a grande minoria dos sites usam, que é a da compactação de conteúdo gzip.

Quando um usuário qualquer tenta carregar uma página sua, o browser deste usuário faz uma solicitação ao seu servidor. Ele transmite via rede o conteúdo resultante do processamento da solicitação para que o browser do cliente faça a interpretação / exibição.

Porém, todo esse conteúdo que trafega pela rede / internet pode ser compactado pelo seu servidor e transmitido até o browser, que descompacta e carrega a página.

Este tipo de ação, diminui consideravelmente a quantidade de dados que são trafegados pela rede. Fazendo com que suas páginas tenham um tempo de carregamento muito melhor.

Se esta usando o Cpanel, você pode ativar esta compactação na aba Software / Serviços no item Otimizar Site. Ao carregar a página de configuração, você selecionará a opção Compress all content.

compactacao

 

# Técnica 3 – Diminuição do tamanho do site

Quando falo em tamanho, estou obviamente me referindo ao tamanho em KBs e não ao tamanho de exibição na tela.

Um dos grandes vilões de muitos sites e blogs é ter um tamanho muito grande, o que faz com que o tempo de carregamento aumente exponencialmente.

Para isso, existe uma técnica que você pode aplicar que é a otimização de imagens. Acesse o Google Page-Speed Insights e faça uma mensuração de seu site ou blog.

Em seguida, avalie nos resultados o item Otimizar Imagens, igual o exemplo abaixo:

 

otimizar-imagens

 

Neste quadro, a ferramenta exibe uma série de imagens que podem ser otimizadas sem que tenha perda de qualidade da mesma.

No caso acima, já realizei otimização da maioria das imagens, o que diminuiu quase 600 Kb do tamanho de meu blog. Existem imagens que podem ser poupadas muitas vezes em 50, 100 ou mais kbs.

Para otimizar as imagens e reduzir o tamanho das mesmas, o simples fato de você abri-la no photoshop e salvá-la novamente (atentando-se para utilizar formatos .jpg e .gif) já faz com que a mesma seja comprimida sem perder qualidade.

Além disso, você pode eliminar algumas imagens de suas páginas que não prejudiquem o aspecto visual e façam diferença no peso de seu site como um todo.

 

# Técnica 4 – Eliminar Bloqueio de Renderização

Ao abrir uma página, qualquer browser inicia a interpretação do código do inicio até o fim de forma sequência.

Porém, existem alguns códigos Javascript e CSS que podem ser processados em paralelo com o carregamento do restante das páginas, de forma a não interromper o carregamento da página enquanto o browser processa as instruções destes códigos.

Para solucionar o problema de Bloqueio de Renderização causado por esses códigos, basta você utilizar códigos assíncronos de Javascript e CSS, adicionando o atributo async, conforme abaixo:

<script async src="my.js">

Além disso, códigos css e javascripts muito pequenos podem ser adicionados dentro do corpo das páginas, sem a necessidade de criar um arquivo externo.

Isso otimiza o tempo de carregamento.

 

# Técnica 5 – Aproveitamento de Cache

Um outro ponto importante para manter o usuário em suas páginas por muito mais tempo é utilizar o cache. Este recurso permite que as imagens de suas páginas que são comuns fiquem “salvas” temporariamente no computador de seus visitantes, fazendo com que não seja necessário recarregá-las toda vez que o usuário acessar uma página diferente de seu site.

Isto otimiza bastante e traz excelentes benefícios. Se esta utilizando WordPress, um ótimo plugin que faz o gerenciamento de cache é o W3 Total Cache.

 

## Acessibilidade dos Usuários

 

acessibilidade-digital-blog

 

Esta característica também é de suma importância. Um site / blog estar acessível é imprescindível para qualquer projeto que deseje ter sucesso online.

Afinal de contas, não existe pior experiência para um usuário do que tentar acessar qualquer página e ver uma mensagem de erro ou o site estar fora do ar. A probabilidade dele voltar é quase zero!

Além disso, problemas de menor proporção mais quase igualmente ruins como fonte muito pequena, cores inadequadas, entre outras, pode causar dificuldades no usuário na acessibilidade das informações.

Para o aspecto referentes a problemas de sites fora do ar e mensagens de erro, a solução é a mesma que esta relacionada a desempenho, que é a contratação de um serviço de hospedagem eficiente, preferencialmente com servidor no Brasil (se este for o país do seu público-alvo).

 

# Técnica 6 – Fontes Adequadas

Você já analisou com isenção se as fontes de seu site são legíveis e facilitam a leitura das pessoas? Houve há algum tempo atrás onde cada vez mais as fontes e formatos das páginas estavam diminuindo, porém nos tempos atuais isso mudou e a tendência é aumentar ainda mais.

Já se foi o tempo onde a necessidade de espaço falava mais alto e fazia com que a web a cada dia diminuísse seu conteúdo. Hoje em dia, a prioridade é o usuário conseguir facilmente ler e obter informações a respeito da página em questão.

Além disso, ter um espaçamento entrelinhas adequado pode facilitar bastante a leitura, bem como a separação do conteúdo em parágrafos. Portanto, preste muito atenção em como as informações estão dispostas em suas páginas e trabalhe constantemente para facilitar a leitura de seus visitantes.

 

# Técnica 7 – Compatibilidade entre navegadores

Este é mais um dos temas de Acessibilidade que poucos projetos que estão na web tem a devida atenção.

Infelizmente existem interpretações diferentes entre navegadores e, em alguns casos, pode causar alguma incompatibilidade e até mesmo um desalinhamento de pedaços de um site ou blog.

Isso pode ser terrível para seu projeto, pois pode causar experiência ruim para parte de seus leitores e por consequência perder visitas e diminuir os resultados.

Em função disso, várias empresas e profissionais já se atentaram que devem realizar uma bateria de testes com websites nos mais diversos navegadores, tendo como prioritários os navegadores mais utilizados, como Google Chrome, Internet Explorer, Firefox, Opera e principalmente em dispositivos móveis.

 

# Técnica 8 – Evitar publicidade em excesso e pop-ups em excesso

Outro fator que pesa muito na decisão de seus visitantes em continuar em suas páginas ou não é a forma que você trabalha a publicidade dentro de suas páginas.

Utilizar-se de banners em excesso ou até mesmo de pop-ups em excesso podem causar uma péssima experiência e fazer com que seus visitantes nunca mais queiram voltar.

Por mais que este tipo de recurso seja o que sustenta boa parte dos projetos que estão na web hoje em dia, utiliza-lo em excesso pode ter efeito negativo. Portanto, modere e planeje como irá utilizar em suas páginas.

 

# Técnica 9 – Encontrabilidade

Principalmente em portais, blogs e sites com bastante conteúdo, fornecer meios dos visitantes encontrarem sempre o que precisam é fundamental.

Muitas vezes, é comum visitantes entrarem em sites e blogs que possuem a informação que estão em busca, mais por não conseguir encontrar acabam por deixar as páginas e até mesmo por visitar algum outro site em busca das mesmas.

Para este tipo de problema, existem algumas técnicas que vão de encontro a solução do mesmo.

Dentre as possíveis, eu destaco as duas mais importantes, que é a utilização de uma caixa de pesquisa e também de menus bem estruturados.

Colocar uma área para pesquisa em um local visível pode transformar uma visita frustada em cliente conquistado.

Faz realmente muita diferença quando se refere a permanência do visitantes dentro de um site.

 

## Gestão de Conteúdo

 

Marketing-de-Conteúdo

 

A correta Gestão do Conteúdo, utilizando-se de estratégias do famoso Marketing de Conteúdo, pode ser “o grande” diferencial que você precisa.

Nos temos atuais, grandes organizações já se atentaram que se faz necessário fornecer informações para atrair público, para ai sim realizar um relacionamento que pode gerar uma venda e fidelizar este cliente.

Em função disso, a forma como é feita a Gestão de Conteúdo em suas páginas pode fazer com que você tenha sucesso ou te gerar uma grande dor de cabeça.

 

Técnica 10 – Artigos como atração ao Usuário

Se pensarmos rapidamente como um usuário para conseguir as informações que estão em busca, logo vamos notar que a grande maioria delas vão até o Google e fazem uma busca pelo assunto que deseja.

Assim sendo, você precisa começar a explorar este canal de captação de público para conquistar um novo mercado.

Hoje em dia, banners em sidebar já não funcionam mais como antigamente.

Em função disso, vale muito mais apena você escrever artigos sobre o produto ou serviço que esta tentando vender, de forma a se posicionar melhor nos mecanismos de busca e atrair um público muito maior. Aproveite e leia: Marketing de Conteúdo – Porque seu blog precisa (e muito!).

Para que esta técnica funcione, você precisa fornecer realmente informações úteis para seus futuros visitantes.

É sempre bom utilizarmos bons exemplos e, recentemente, eu e minha esposa começamos a pesquisar informações a respeito de bebês, uma vez que ela estava grávida.

Foi então que encontramos o blog de uma loja de produtos para bebês através do Google.

Ele possuía um acervo muito grande de artigos a respeito do desenvolvimento do bebe, dicas de alimentação para grávidas.

Além disso, a empresa agregou um poderoso serviço de Email Marketing que envia informações com constância a respeito do desenvolvimento do nosso bebe.

Qual foi o resultado disto tudo? Tornamos cliente desta loja!

É exatamente esse o ponto que quero lhe alertar.

Ao invés de somente criar páginas estáticas e banners ofertando produtos e serviços, pense na ideia de inserir artigos com informações relevantes relacionadas a este produto.

Assim, você atrai um público altamente voltado a seu negócio e um grande percentual acaba por tornar seu cliente.

 

Técnica 11 – Estrutura de links internos

Já que é claro que a permanência de seus visitantes em suas páginas é algo primordial para seu negócio ter resultados, torna-se muito importante também tratarmos os links internos com extrema atenção.

Se esta aplicando o Marketing de Conteúdo em seu site ou blog, com certeza você possui muito material a oferecer a seu visitante.

A melhor forma de “prendê-lo” em sua página, é oferecer esse conteúdo sem ser invasivo.

Uma excelente forma de fazer isso, é inserir links internos dentro de artigos.

Sempre que surgir ao longo do texto um assunto relacionado a um de seus artigos, cite este outro artigo e adicione um link para o mesmo.

Isto faz com que a pessoa se interesse por ler o seu outro conteúdo também.

Além disso, você deve se atentar a toda estrutura de links internos de suas páginas.

Por exemplo, na página inicial da maioria dos blogs e sites existem os resumos dos artigos, que possuem o título, uma imagem e o botão Continue lendo.

Todos os 3 itens devem conter links para o artigo. Se algum deles não estiver com link, você pode perder uma quantidade de visitantes considerável em seus artigos, principalmente em sites que possuem milhares de visitantes.

 

Técnica 12 – Abuso de Elementos que chamam atenção

A utilização de textos em negrito dentro de uma página ou ainda em Itálico é sempre importante.

Tanto para destacarmos as áreas que desejamos como para chamar a atenção.

Porém alguns sites e blogs utilizam-se deste recurso em excesso. Isso torna difícil a leitura dos artigos e por consequência perdendo inúmeros leitores.

Outras elementos deste tipo, como caixas de texto e outras formas de chamar a atenção dentro de seus artigos devem ser evitados de forma excessiva.

Isso pode prejudicar a sua relação com os seus visitantes.

 

Técnica 13 – Conteúdo para entregar informação e não apenas para vender

Muitas empresas e profissionais de marketing que trabalham com Marketing de Conteúdo acabam por destorcer a ideia principal deste tipo de ação.

Isso torna a experiência e interação do usuário muito ruim.

Quando o visitante acessa um artigo em suas páginas, eles estão em busca de satisfazer uma necessidade, que normalmente é de informação relevante e que satisfaça a necessidade.

Porém, muitos criam artigos com textos totalmente voltadas para vendas de seus produtos, onde a todo momento oferece o produto tornando uma experiência ruim ao tentar forçar uma venda para o visitante.

A venda é uma consequência de um relacionamento que é feito entre o dono do site com seus visitantes.

O visitante sente uma grande sensação de reciprocidade ao receber conteúdo grátis e de qualidade, acabando por fidelizar e acompanhar a empresa dali em diante.

 

Técnica 14 – Monitorar e evitar links quebrados

É uma prática saudável linkar conteúdos externos (outras páginas) que sejam relevantes ao conteúdo e complemente em alguma informação útil ao leitor.

Esta é uma prática que ao longo dos anos continua sendo saudável e continuará sempre.

Porém, para sites e blogs que já estão online há algum tempo, há uma tendência natural de alguns destes links acabarem por ficar fora do ar em algum momento.

E com o passar do tempo, você acaba ficando com muitos links externos que apontam para páginas que já não existem mais, causando uma péssima experiência ao seu visitante.

Uma técnica importante é monitorar estes links e substituí-los sempre que necessário.

Se utiliza o WordPress, você pode instalar o plugin Broken Link Checker. Ele faz uma análise de todos os backlinks externos apontando para páginas que estão fora do ar.

 

Técnica 15 – Identidade e Comunicação

Se esta a  oferecer gratuitamente a seus visitantes, é de extrema importância que deixe claro quem esta por trás disto.

As pessoas precisam ter em quem confiar para conseguirem estabelecer uma relação de confiança.

Algumas perguntas como: Quem é você? Porque deveria confiar em você? precisam ser prontamente respondidas.

Mesmo em sites de grandes organizações, é preciso ter uma identificação.

É claro que em alguns casos, não é possível em função de profissionais responsáveis pela gestão de conteúdo e também pela sua rotatividade.

Neste caso, recomendo a utilização de Avatar como identificação, mais nunca deixar de se identificar em nenhum de seus artigos.

Além disso, seu site precisa ter uma forma fácil de contato. Muitas pessoas tem dúvidas e precisam sempre contactar os responsáveis pela gestão do site em questão.

Se esta acostumado a navegar na internet, você já deve ter passado pela experiência de não conseguir nenhum contato dos responsáveis pelo site, correto? Percebe o quanto é péssima esta experiência?

 

Técnica 16 – Interatividade

A Interatividade é questão essencial nos tempos atuais.

Você já reparou que hoje a maioria das lojas virtuais possuem área para comentários de pessoas que compraram o produto? área para avaliação e notas dos consumidores? Isto tudo vem para aumentar a interatividade das pessoas.

Se isto ocorre até mesmo em comércio eletrônico, imagina em seu blog ou site.

Uma técnica interessante para melhorar a usabilidade e trabalhar a inserção de enquetes, comentários e pesquisas. Além de tudo mais que suas páginas podem oferecer aos seus visitantes para que interajam com seu conteúdo.

 

## Usabilidade na Interação e Integração com Redes Sociais

 

usabilidade-integracao-redes-sociais

 

Nos tempos atuais, ter um conteúdo altamente “sociável” e uma estrutura que favoreça isso pode ser um grande diferencial.

As pessoas desejam interatividade e facilidade para propagar e retribuir quando se sentem gratas a um conteúdo de qualidade.

Jamais espere que um visitante vá copiar a sua URL, abrir a página da rede social e postar seu conteúdo.

É preciso muito mais do que isso!

Você precisa oferecer todas as condições para fazer com que seus visitantes possam compartilhar seu conteúdo com praticidade e interagir com você.

E isto, é uma excelente pratica de Usabilidade.

 

Técnica 17 – Aplique botões de compartilhamento

Baseado no que já disse acima, deixar botões de compartilhamento ao menos das principais redes sociais é fundamental.

Coloque estes botões em locais muito visíveis. Facilite ao máximo os seus visitantes para enviar seu conteúdo a seus perfis.

Neste blog por exemplo, eu coloco estes botões no lado esquerdo, no inicio dos artigos e ao final dos artigos.

 

Técnica 18 – Extensão do relacionamento

Uma outra excelente técnica de Usabilidade é extender o relacionamento com seus visitantes para outros canais.

Nos tempos atuais, as pessoas precisam se sentir a vontade para acompanhar um site através de outros meios. Como sua página de fãs, canal no Youtube, Email Marketing e tantos outros.

E para aumentar a satisfação, interatividade é importante permitir em suas páginas que as pessoas encontrem estes outros canais disponíveis.

Isso aumenta o nível de satisfação e por consequência a experiência de seus visitantes.

Deixe áreas visíveis em suas páginas para que seus visitantes encontrem sempre seus perfis em redes sociais.

Além de deixar também possa acompanhar o conteúdo através de Email Marketing.

Se tem dificuldades para inserir Email Marketing em seus negócios, recomendo a leitura do artigo.

Tutorial Aweber – Conheça o funcionamento.

 

 

usabilidade---navegabilidade

 

Você já se sentiu dentro de um site na mesma situação da figura acima?

Com vários caminhos a serem tomados mais sem saber em qual deles tem a informação que você precisa?

Infelizmente isso ainda é comum. Um site precisa ter caminhos claros e fáceis indicando como você deve navegar até a informação que você precisa. E você precisa garantir isso!

 

Técnica 19 – Estruturação de menus

Uma excelente forma de fazer com que seus visitantes consigam navegar com facilidade em suas páginas é estruturar seus menus com muito cuidado.

Muitos sites, quando necessário, utilizam até mesmo mais de um menu, sendo um na área superior e um na sidebar.

Porém é necessário que as páginas estejam separadas de forma lógica e facilite a visita de seus visitantes.

 

navegabilidade-globoesporte

 

O site do Globoesporte por exemplo, como pode ver na figura acima, é um excelente exemplo de menus bem estruturados.

Se analisar este site, ele possui 2 menus apresentados na área superior.

Sendo o primeiro voltado a temas macro, como notícias, esportes, variedades e etc. O segundo com temas mais específicos e seus respectivos sub-temas.

É um site fácil de navegar e encontrar a informação que deseja.

Eu tenho uma regra por mim que é factível e deve ser adotadas por todos, que é de não deixar nenhuma página de um site ter que ser acessada mais do que 2 ou 3 cliques.

Páginas que somente são encontradas com uma longa navegação não atendem aos critérios de uma boa navegabilidade.

 

Técnica 20 – Utilizar Breadcrumb

Breadcrumb é aquela barrinha que aparece imediatamente antes da caixa do artigo que nos indica onde estamos.

É muito importante indicar aos visitantes onde nos encontramos, para que ele saiba por onde veio e como pode voltar ou ir para a página anterior.

Também já é muito comum ver isso pela internet, porém ainda não se vê em todos os sites e blogs.

Esta dica de navegabilidade é importante, porque é quase como um GPS para o seu visitante. Com o Breadcrumb é fácil ver exatamente onde estamos.

Na imagem abaixo você consegue ver este Breadcrumb deste blog

breadcrumb

 

Técnica 21 – Link para Home e Navegação entre artigos

Uma outra forma de melhorar a Navegabilidade e fazer com que seus visitantes possam navegar com facilidade é adicionar o link Home no menu que esteja visível em todas as páginas.

A página Home de um site funciona como uma espécie de âncora.

É para la que sempre voltarão seus leitores quando ainda desejarem explorar mais o conteúdo de seu site.

Portanto, é fundamental que este link esteja bem visível em todas as páginas.

Além disso, você precisa encontrar meios de fazer com que a navegação entre os artigos seja fácil.

Neste blog por exemplo, adicionamos ao final de todos os artigos uma área leia também. Isso permite que você visite artigos relacionados ao conteúdo que esta lendo.

Permite também adicionamos na home a possibilidade de pesquisar os artigos mais antigos.

 

Técnica 22 – Categorização de Conteúdo

É de excelente trato sites e blogs que possuam a categorização de seu conteúdo.

Isto facilita muito a vida de seus visitantes, que muitas vezes estão interessados em explorar temas de um determinado tipo.

Se esta utilizando uma plataforma como o WordPress, por exemplo, categorizar artigos e páginas é extremamente fácil.

Basta você selecionar a categoria ao postar um artigo qualquer.

 

Como pudermos ver neste artigo, manter a Usabilidade de seu site / blog é fundamental para que consiga sucesso.

Porém é necessário se atentar aos detalhes e fazer com que a experiência de seu visitante seja a melhor possível.

Estas 22 técnicas de Usabilidade não garantem que seu site esteja 100% “usável”, pois varia de caso para caso.

Mas se analisar todo o mercado são as técnicas que as principais empresas que adotam o Marketing Digital como estratégia.

Trata-se de uma estratégia forte para conquistar espaço no mundo digital aplicam e tem resultados significativos com isto.

E você, já tem uma boa Usabilidade em suas páginas?

 

Usabilidade em Desenvolvimento de Softwares para Usuários

Assim como na Web a Usabilidade é essencial, sistemas e softwares demandam projetos que visem a satisfação dos usuários.

Não basta mais realizar a modelagem / requisitos e partir para o código-fonte.  Muitas empresas estão criando Processos e Arquiteturas de Softwares todas com mesmos objetivos e contexto: Eficiência, Facilidade e Satisfação e boa experiência dos usuários.

Por conta disso, hoje em dia Sistemas Comerciais, Sites e Blogs possuem interfaces e Ergonomia muito melhores que antes, sendo mais interativos para o usuário.

Lembre-se quando participar de um projeto de sistema, seja um software ou web das seguintes palavras que você terá sucesso:

  • Design, Interface, Facilidade, Ergonomia, Navegabilidade, Interação, Usuário, Eficiência e Medição;

 

Boa sorte…

 

Comente…

 

TAGS
– usabilidade conceito
– funcionaliade
– usabilidade web
– confiabilidade
– usabilidade software
– eficiência
– usabilidade ihc
– manutenibilidade
– usabilidade na web jakob nielsen
– portabilidade
– usabilidade nielsen
– usabilidade dicionario
– usability
– usabilidade na web claudia dias
– Interação Humano-Computador (IHC)
– ISO 9241

Usabilidade – 22 Técnicas para aumentar visitas no blog!
5 (100%) 6 votes


De um play no vídeo abaixo e aprenda a Criar blogs Profissionais




Gostou deste artigo? Ajude nosso projeto.
Compartilhe em suas redes sociais nos botões abaixo:

Sobre o autor | Website

Especialista em Marketing Digital, presta Consultoria e auxilia diversos clientes. Amante por blogs, é responsável pela administração dos blogs Afiliados na web, Gerenciando Blog e Mundo Blogger.

Junte-se a 13.756 pessoas que decidiram aprender tudo sobre Marketing de Afiliados.

100% livre de spam.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

9 Comentários

  1. Rafael Silva disse:

    A usabilidade de um blog ou site é muito importante. Excelente artigo. Abraço.